Como Importar da China

Veja aqui um tutorial passo a passo completo sobre como importar da China. No tutorial de hoje, vou te mostrar como comprar roupas e eletrônicos direto da China. Você pode usar as dicas mostradas aqui para importar produtos tanto para consumo próprio, quanto para revender.

Antes de começar a explicar como funciona o processo de importação de produtos da China, é preciso dizer que importar geralmente é muito lucrativo. E preciso dizer também que você deve ter cuidado nessas operações para não perder dinheiro em sites fraudulentos, ou coisas do tipo.

Como Importar da China para Revender  ou Montar o Seu Próprio Negócio de Importação

Então, meu objetivo é fazer um tutorial completo para iniciar um negócio de importação e comércio eletrônico começando do zero. É o que eu faria, passo a passo, se eu estivesse partindo do zero novamente.

Vou te mostrar todas as etapas do processo, e também dar algumas idéias sobre os “porquês” por trás da minha estratégia. Também vou estar atualizando esse artigo frequentemente com minhas novas experiências, por isso salve o link desse artigo para retornar aqui novamente.

Finalmente, eu sugiro que você siga este tutorial passo a passo. Importar produtos da China e vendê-los no Brasil é um modelo de negócio incrivelmente simples… Mas as coisas podem ficar arriscadas e complexas se você não seguir um planejamento prévio.

Passo a Passo para importação de produtos da China:

  1. Encontre um bom produto – você precisará de brainstorm para pesquisar e selecionar um produto para importar e vender. A maioria das pessoas acha este passo frustrante e cansativo (com boa razão), mas felizmente eu tenho algumas ferramentas que ajudarão a tornar isso fácil.
  2. Encontre um bom fornecedor – Uma vez que você tenha escolhido um produto, você precisará comprar esse produto de um bom fornecedor. Pode levar algum tempo para encontrar, mas há maneiras de garantir que você evitar os golpes e aumentar suas chances de encontrar um ótimo fornecedor.
  3. Venda alguns produtos (validação) – Você vai precisar comprar e vender uma pequena quantidade de produtos para testar e validar a sua ideia (eu vou te mostrar como eu faço isso). Essa é a “magia” que a maioria dos novos empresários ignora e acaba arruinando seus negócios.
  4. Aumentar a escala – Uma vez que você validou o seu produto, você pode se sentir seguro aumentando a quantidade das suas encomendas e fazer alterações para diferenciar seus produtos. Seus produtos precisam vender a sua marca, você precisa fazer branding.

Dito isto, se você for cuidadoso, com um roteiro sólido (este artigo) e um pouco de força de vontade, você pode construir um negócio rentável para si mesmo com uma quantidade relativamente pequena de tempo / trabalho.

Passo 1 – Encontre um Bom Produto para Importar e Vender

Encontrar um ótimo produto é tipicamente o primeiro e último lugar novos empreendedores ficar preso. Se você não sabe o que está fazendo, é fácil se perder no abismo da pesquisa de produtos …

Este é um modelo de negócio simples que é fácil de entender. Muitas pessoas podem achar arriscado investir nisso ou se sentir confusas quanto ao processo. Quem pensa assim, certamente ainda não ouviu falar sobre o conceito de Produto Mínimo Viável… Acesse: Vale a pena a leitura!

Você, como empreendedor deve se lembrar que para ter sucesso é preciso construir, testar e aprovar. Então, você não pode ter medo de errar. Uma ideia sempre parece maravilhosa no papel, mas só quando ela estiver no mercado que teremos a validação, e isso sempre precisa ser feito o mais rápido possível.

Você provavelmente vai vender uma coleção de produtos aleatórios por um tempo até encontrar a sua mina de ouro. Uma hora ou outra, depois de alguns testes, você vai encontrar um produto que vende bem, e que é rentável para você. A partir desse ponto, você deve se posicionar nesse nicho e expandir seu mercado para uma linha completa desse produto/marca.

Encontrar bons produtos para importar e vender se resume a estas 3 etapas:

  1. Brainstorm (tempestade de ideias);
  2. Pesquisa;
  3. Seleção do Produto.
Dicas para encontrar bons produtos para importar e revender:
  • Ele precisa ser pequeno e leve  – Confie em mim, você não quer lidar com as dores de cabeça que vêm com transporte de móveis ou utensílios de cozinha em todo o mundo. Você precisa de algo que vai ser barato para enviar via CORREIOS, porque senão o transporte vai comer a maior parte da sua margem de lucro.
  • Ele precisa ser um item simples  – O que quero dizer com isso é que você precisa  de algo que é simples de fabricar. A maioria dessas fábricas não vai ter um padrão de qualidade alto, por isso quanto mais simples, menor é a probabilidade de erros/falhas nos produtos, e maior a satisfação do cliente.
  • Importe produtos na faixa de US$ 10-200  – Na minha experiência, torna-se muito capital intensivo e muito mais arriscado se você está vendendo itens mais elevados do que isso. Itens de maior valor geralmente são mais difíceis de serem enviados, exigem maior controle de qualidade e correm maiores riscos de tributação. Eu não arriscaria investir em produtos fora dessa faixa de preços.
  • Não venda o que você compra  – A maioria de nós compra eletrônicos, roupas, alimentos e outros itens essenciais. Posso dizer-lhe agora que você não é interessante competir em nenhum desses mercados. O mercado para esses produtos é altamente competitivo, com grandes empreendedores bem posicionados… Se você começar em um nicho menor, mais específico, suas possibilidades de sucesso aumentam exponencialmente.
  • Evite produtos de “Temporada” – Para ter um negócio sólido, e necessário encontrar itens que têm uma base consistente de compradores. Não há dúvidas de que há um monte de dinheiro a ser feito na venda de produtos de Natal, mas vai ser extremamente temporário, e você provavelmente vai acabar com uma tonelada de produtos inúteis para o ano seguinte.

E é isso… Com essas dicas vai ser muito mais fácil você escolher um produto para trabalhar. Agora, vamos ao segundo passo, que envolve selecionar fornecedores.

Aprenda tudo sobre importação no Curso Academia do Importador.

Passo 2 – Identificar e Selecionar Bons Fornecedores

Agora que temos um produto escolhido, podemos começar a pesquisar fornecedores e entrar em contato com aqueles que parecem promissores.

Vamos supor que eu escolhi vender lâmadas LED. Tudo o que eu preciso fazer para encontrar um bom fornecedor é o seguinte:

  1. Pesquisa de lâmpada LED em AliExpress com os filtros corretos – Você já deve ter feito isso antes de verificar os custos do seu produto nos passos anteriores. Neste ponto, porém, queremos mudar para a procura de “Fornecedores”, em vez de “Produtos”. Eu normalmente começo com a filtragem de “Fornecedor de Ouro” e adiciono “Onsite Checked”, “Fornecedor com Melhor Avaliação” e “Custódia” nessa ordem até que chegar em uns 20 a 30 fornecedores.
  2. Contato com os bons – Agora que você tem uma lista dos principais fornecedores para o seu produto, você deve entrar em contato e pedir algumas informações adicionais. Eu costumo apenas perguntar sobre o seu MOQ (Quantidade Mínima por Compra), pagamento e políticas de remessa, política de amostra e uma lista de preços ou folha de especificações do produto. Eles geralmente têm tudo isso na mão. IMPORTANTE – Não use seu e-mail pessoal para este material, pois ele sofrerá spam por anos!
  3. Converse para ter uma ideia das coisas  – Agora veja quem responde as mensagens de volta e quão sério parece que eles estão encarando o seu negócio. Tenha em mente que eles estão competindo para te vender algo, e ainda não tem ideia se você vai fazer uma compra de US$ 100 ou de US$ 10.000. O serviço de atendimento ao cliente neste ponto é um bom indicador de como será no futuro. Não tenha medo de pechinchar, isso é muito comum na China. Não é difícil ver um item começar em US $ 200 e ser vendido por US $ 20 em um mercado turístico chinês. Eu poderia escrever um post inteiro sobre negociação de preço, mas ensinar isso a um brasileiro é meio clichê, não é mesmo? Somos negociadores natos!
  4. Amostras! – Ah, finalmente … a parte divertida! Agora temos de fazer algumas pequenas encomendas para obter amostras enviadas diretamente para nós. Eu costumo comprar amostras de 2-5 fornecedores que estou comparando. Faça uma análise de todas essas amostras quando você recebê-las. Também tome nota dos tempos de transporte, custos, danos, etc. Faça testes, coloque os itens através de algum estresse, verifique cada detalhe deles. Pense em como os clientes irão usá-los. Você precisa de um produto bom, pois seu nome (ou da sua empresa) estará em jogo quando você começar a vender.

Depois de tudo isso, você deve ter pelo menos um fornecedor sólido para um produto que você sabe que vai vender. O próximo passo é testar seu mercado, é vender as amostras que você adquiriu, e ver como é a saída para o produto…

Passo 3 – Vender Produtos Importados da China

Neste ponto, você vai ter que validar sua ideia, ver se o produto selecionado é bom de venda. No meu caso, eu investi um valor de US$ 100 dólares e comprei 8 peças do meu produto para começar (não vou revelar rsrs).

Aconselho que você faça o mesmo: invista um valor baixo, e adquira poucas peças para começar, e continue assim até ter a certeza que vai funcionar. Se você tem um perfil de investidor mais agressivo, você pode chegar ao sucesso mais rápido, ou ao fracasso… Meu perfil é mais conservador, gosto de ter uma boa margem de segurança. De qualquer forma, você precisa obter algumas peças de inventário e começar a vendê-los.

Eu só sugiro usar dois desses três canais de vendas quando começar pela primeira vez: Mercado LivreOLX, e Grupos de Venda no Facebook.

Observe que eu não disse para você fazer spam no inbox de seus amigos no Facebook e em todos os fóruns que você encontrar. Isso é loucura, é muito trabalho desperdiçado, que vai gerar pouco resultado para você. Eu mesmo nunca tentei vender coisas para meus amigos do Facebook (nem conto a eles sobre esse meu projeto a menos que perguntem)…

É relativamente fácil de montar sua “loja” no Mercado Livre, no OLX e uma Página no Facebook… Basta você ver o que os principais concorrentes estão fazendo e tentar fazer melhor. Na maioria das vezes, o texto promocional dos concorrentes é um texto automático, com pouca relevância: se você chega com um texto promocional bem elaborado, informando todos as características do produto, preço, prazo de entrega, e outros detalhes, você simplesmente ganha o mercado.

Dentro de um dia ou dois depois de receber o seu produto, você deve começar a fazer vendas. Isto é quando as coisas começam a ficar interessantes. Quando seus clientes começarem a comprar, certifique-se de enviar o produto o mais rápido possível. Tome cuidados ao embalar os produtos e acondicionar em caixa, ou envelope: você não quer que seus produtos sofram avarias durante o transporte, ou quer? Gostaria também de sugerir que você envie junto algum cupom promocional, com um desconto na próxima compra, assim você fideliza o cliente e gera vendas recorrentes.

Você vai descobrir em pouco tempo se você está ganhando dinheiro e quais são as áreas problemáticas. Um mês, mais ou menos, é o tempo que você precisa para saber se deve aumentar a sua oferta (importar mais produtos da mesma linha), ou partir para outra linha de produtos.

Se você não consegue ter lucro com o seu produto nos canais de vendas online, então eu não acho que vale a pena investir mais esforço nesse produto específico, e certamente eu iria buscar para outro produto para vender. No caso de estar tudo dando certo com as vendas, é hora de ampliar o seu negócio.

 

Veja mais dicas em: como importar roupas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.